Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Histórico
Início do conteúdo da página

Histórico

Última atualização em Quinta, 03 de Dezembro de 2020, 02h39 | Acessos: 698

A criação da Agência de Gestão e Inovação Tecnológica (AGITEC) se insere no Processo de Transformação do Exército, cujas diretrizes foram estabelecidas pela PORTARIA Nº 075-EME, de 10 de junho de 2010, como “Implantar uma mentalidade de inovação”, indicando a direção a ser tomada a fim de “Incrementar a capacidade de desenvolver e incorporar tecnologias avançadas como suporte para a concretização das capacidades operacionais”.

Dentre os “Vetores de Transformação” do Processo supracitado, Ciência e Tecnologia exercem um papel central. Neste contexto, foi concebida a PORTARIA Nº 32-DCT, de 11 de setembro de 2012, que aprovou a Diretriz de Iniciação do Projeto de Transformação do Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação do Exército (SCTIEx). Tendo INOVAÇÃO como essencial, nessa Diretriz é estabelecido que “[...] a INOVAÇÃO que se espera obter pelo novo SCTIEx é aquela que dará vantagem operacional, tática ou estratégica à Força Terrestre e que, em consequência, agregará valor ao Poder de Combate do Exército”.

Nesse diapasão, em 11 de setembro de 2012, a PORTARIA Nº 33-DCT aprovou a Diretriz de Iniciação do Polo de Ciência e Tecnologia do Exército em Guaratiba (PCTEG), o qual ambicionava ser um grande complexo de base científico-tecnológica, congregando várias OM do EB, empresas e universidades, objetivando favorecer um círculo virtuoso, segundo os princípios da tríplice hélice.

Em decorrência desse processo, a PORTARIA Nº 046-DCT, de 20 de setembro de 2013, aprovou a diretriz para Implantação do Projeto da Agência de Gestão da Inovação (Projeto AGI), dando início a concepção de uma OM devotada à gestão do processo de inovação. Esta ação se inseriu no “Programa de Transformação do Sistema de Ciência e Tecnologia” e estabeleceu uma “nova abordagem no processo de pesquisa, desenvolvimento e inovação de produtos de defesa (PRODE), baseada na intensa interação entre os três grandes atores do sistema nacional de inovação, academia, governo e indústria, ampliando significativamente a sinergia entre os vetores ensino, pesquisa e inovação”. Posto que, essa nova abordagem demandaria “uma gestão muito mais complexa, a fim de coordenar os esforços de todos os atores na busca de PRODE inovadores”.

Em janeiro de 2014 foram reunidos, no CTEx, os integrantes, pioneiros, que efetivamente iniciaram os trabalhos do Projeto Agência de Gestão da Inovação, o qual evoluiu para o projeto da Agência de Gestão e Inovação Tecnológica.

A AGITEC foi criada pela Portaria nº 548, de 27 de maio de 2015, do Comandante do Exército. Assim, iniciava-se, então, a fase em que a Agência começou a operar como Núcleo, o que tradicionalmente ocorre durante o processo de implantação de uma OM no EB, passando a ser conhecida como Nu AGITEC, com o objetivo de “Proporcionar um ambiente favorável à gestão da inovação tecnológica no Exército, com foco na capacidade de antecipação e no atendimento das demandas da Força Terrestre”, de acordo com a PORTARIA Nº 109-EME, de 1º de junho de 2015.

Desempenharam a função de Gerente do Projeto de Implantação da OM, os seguintes militares:

- Cel QEM/QEMA MARCELO MENEZES EIFLER, período de 27 MAIO 15 a 06 NOV 15;

- Ten Cel Inf DISNEY RODRIGUES BORGES BARRETO, período de 06 NOV 15 a 17 DEZ 16; e

- Ten Cel QEM LEONARDO OLIVEIRA DE ARAÚJO, período de 17 DEZ 16 a 31 DEZ 17.

A Diretriz para a Implantação da AGITEC estabeleceu um cronograma de implantação da OM com previsão de conclusão em dezembro de 2017.

A 13 de abril de 2017, o Nu AGITEC se instalou no prédio C-10 no CTEx, passando a ocupar uma área de 450 m².

Em 2017, face a uma nova conjuntura com grandes restrições de recursos, o Projeto PCTEG foi encerrado. Em consequência, houve a necessidade de adequação do Projeto da AGITEC, em consequência do redimensionamento dos grandiosos meios e missões da Agência originalmente planejados.

A Portaria nº 580, de 7 de junho de 2017, do Comandante do Exército, designou o Cel QEM/QEMA JURACI FERREIRA GALDINO como primeiro Chefe da AGITEC, o qual assumiu suas funções no dia 31 de janeiro de 2018.

A OM foi ativada em janeiro de 2018, ainda com infraestrutura provisória e precária, arcabouço legal de uma OM ainda pendente de confecção, processos finalísticos a serem elaborados, missão a ser detalhada e entregáveis a serem propostos. O ano de 2018 foi dedicado a elaboração do arcabouço legal da OM (QO, QC, QCP, Regulamento Interno e Regimento Interno) e ao detalhamento da missão, com a definição dos entregáveis. Os processos finalísticos foram especificados, bem como iniciaram-se as pesquisas para desenvolver metodologias atinentes aos processos das áreas finalísticas.

O final do ano foi coroado com a aprovação do detalhamento da missão da AGITEC e a tramitação para o escalão superior de todos os documentos que regem uma OM.

Durante o processo de estruturação da Agência, a aprovação do seu Regulamento e de seu Regimento foram marcos fundamentais para a organização da OM, os quais ocorreram, respectivamente, com a publicação da PORTARIA Nº 1.218, de 9 de agosto de 2019 e da PORTARIA Nº 008-DCT, de 04 de fevereiro de 2020.

Segundo o Regulamento da AGITEC, esta OM tem como finalidade: “realizar a Gestão da Inovação Tecnológica, criando um ambiente favorável ao incremento das capacidades científico-tecnológicas e ao desenvolvimento de novos Produtos de Defesa (PRODE) e Sistemas de Defesa para a Força Terrestre”, atuando nos processos finalísticos de Prospecção Tecnológica, Gestão da Propriedade Intelectual, Gestão do Conhecimento Científico-Tecnológico e Promoção da Cultura de Inovação.

A 6 de fevereiro de 2020, com a aprovação do novo Regimento Interno do Departamento de Ciência e Tecnologia (EB80-RI-07.001), estabelecido pela PORTARIA Nº 013-DCT, a AGITEC passou a ser uma Organização Militar Diretamente Subordinada à Chefia de Ensino, Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Departamento de Ciência e Tecnologia.

Ainda em 2020 ocorreu a duplicação das instalações da AGITEC com a incorporação do prédio C-13, no CTEx, fato relevante no processo de consolidação e estruturação da Agência.

Atualmente a AGITEC atua basicamente em quatro áreas finalísticas: prospecção e informações tecnológicas, propriedade intelectual, gestão do conhecimento científico e tecnológico e promoção da cultura de inovação.

registrado em:
Fim do conteúdo da página